A rebelião dos maruins

 

O mangue devastado por viveiros de camarão em Natal

O maruim é um mosquitinho pequeno, apenas um pontinho preto.  Gruda na sua pele e provoca uma coceira daquelas. É um mosquito suicida porque ele gruda e só sai de lá esmagado.

Os humanos invadem o mangue e o maruim, vendo seu habitat natural destruído, se rebela. A devastação do mangue empurra o maruim pros quintais e até pra dentro das casas, e as pessoas ainda acham que o mal é o maruim.

Na foto acima, uma vista do mangue sendo consumido pelos viveiros de criação de camarão na cidade do Natal/RN. Prevalece a velha equação: pras pessoas viverem, precisam de dinheiro; pra conseguirem dinheiro, vale tudo, até devastar a natureza. Se você questiona, logo chega alguém pra dizer: “É uma atividade que gera emprego e renda”. E quando a natureza responde, as pessoas reclamam, lamentam, reclamam, lamentam…

Anúncios
Esse post foi publicado em Para Refletir e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s