“A sabedoria dos animais”, Charles Strong (em espanhol)

Charles Augustus Strong foi, junto com seu amigo e correspondente George Santayana, um dos membros mais ativos do chamado realismo crítico, corrente filosófica que assolou a vida universitária norteamericana  nas três primeiras décadas do século XX. Em 1904, William James colocava suas investigações à altura das de Bergson e lhes atribuía a ambos o mesmo “instinto de caçador para as trilhas fecundas”. Porém, os trabalhos de Strong sobre a relação entre o corpo e a mente, a essência e o status ontológico do conhecimento, os problemas do espaço e do tempo, não foram geralmente bem acolhidos. Foi acusado, principalmente, de falta de clareza e abuso de termos técnicos. A reação imediata de Strong foi este livro de fábulas, escrito em 1921, onde se propõe dizer o mesmo que em seus livros “sérios”, porém com palavras que, aqueles que viajam no carro ou no trem, possam entender.

Como nas fábulas tradicionais, a maior parte dos personagens são animais, existem alguns outros homens e até mesmo objetos, todas criaturas de Deus, a partir dos quais Strong volta a pensar os problemas que desde sempre o afligiram, porém dessa vez desde a visão que dá a cada um desses seres o modo de vida no qual estão envolvidos e suas relações inerentes-essenciais-sensíveis-históricas.

Uma touperia atomista, uma cordeira lerda e intelectual que leu “os alemães”, um pião egocêntrico e relativista… Além das referências implícitas, embora marcadas, a vários animais filosóficos presentes na surdina, como James, Russel e Bergson, o que interessa é que no fabulário de Strong a filosofia volta a estar atravessada pelos modos sensíveis que impõe a natureza em sua própria desdobra, sobretudo em seus percursos  mais livres (tal o vôo e, sobretudo, o canto dos pássaros), antes que o puro conhecimento cobre o seu próprio vôo e se perca,  já sem a beleza daquela melodia.

Este livro está disponível para venda aqui: Estante Virtual.

Anúncios
Esse post foi publicado em Dica de Livro e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s